Creches de Maragogi começam processo de adaptação

Seguindo a doutrina do sociólogo húngaro Karl Mannhein, que disse: “O que se faz agora com as crianças é o que elas farão depois com a sociedade”, os educadores de Educação Infantil do município de Maragogi começaram o período de adaptação das creches do município com toda intensidade. “A gente chama de ‘período de adaptação’ a fase que a criança deixa a ‘saia da mãe’ e começa a frequentar a creche”, elucida Zethy Sapucaia, secretária-executiva da Secretaria Municipal de Educação.

Para que as criancinhas se acostumem à sua nova rotina, está sendo feito todo um processo especial de adaptação, elaborado cuidadosamente pelos próprios profissionais de cada instituição. “A fim de que as crianças entendam que esse novo ambiente, o da creche, agora é uma parte da sua família”, disse Zethy.

As creches municipais que atendem em tempo integral são: Professor Mário Lacerda, situada no Alto da Boa Vista, em Maragogi, que atende a 98 crianças; creche Nossa Senhora de Fátima, localizado no povoado de São Bento, atendendo a 45 crianças; creche do Assentamento Lemos, que acolhe a 37 crianças; creche de Peroba, com 48 crianças; creche Vovó Noêmia, da Fazenda Cachoeira, onde recebe 40 crianças de Aquidaban e Cachoeira; e creche Maria do Carmo, de Barra Grande, que conta com 50 alunos. Todas as localidades pertencem ao município de Maragogi.

Post Author: Jose Valdemar